Comando Geral da PRM

1. O Comando-Geral é o órgão da PRM com funções operativas, administrativas e técnicas de âmbito nacional.
2. São funções específicas do Comando-Geral:
a) Comandar, dirigir e chefiar a PRM;
b) Analisar o estado de segurança e ordem públicas do País;
c) Realizar estudos, planear, conceber, dirigir e controlar o emprego das forças e meios policiais;
d) Perspectivar o desenvolvimento da PRM;
e) Garantir a ordem e a disciplina na PRM;
f)  Garantir a coordenação com outras instituições;

1. O Comando-Geral tem a seguinte Estrutura:
a) Ramo da Polícia de Ordem e Segurança Pública;
b) Ramo da Polícia de Investigação Criminal;
c) Ramo da Polícia de Fronteiras;
d) Ramo da Polícia Costeira, Lacustre e Fluvial;
e) Direcção de Inspecção da PRM;
f)  Direcção de Operações;
g) Direcção de Informação Interna;
h) Direcção de Pessoal e Formação;
i)  Direcção de Logística e Finanças;
j)  Departamento de Estudos, Informação e Plano;
k) Departamento de Atendimento à Família e Menores Vítimas de Violência;
l)  Departamento de Tecnologias e Sistemas de Formação e Comunicação;
m) Departamento de Relações Públicas;
n) Departamento de Cooperação Internacional;
o) Departamento Jurídico;
p) Gabinete do Comandante-Geral;

2. O Comando-Geral Integra ainda:
a) Unidade de Intervenção Rápida;
b) Unidade de Protecção de Altas Individualidades;
c) Unidade Operações de Combate ao Terrorismo e Resgate de Reféns;
d) Unidade Canina;
e) Unidade de Cavalaria;
f)  Unidade de Desactivação de Engenhos Explosivos;
g) Estabelecimento de Ensino.

Organigrama do Comando Geral da PRM

ENDEREÇO E CONTATO
Av. Olof Palme nº 48, 3º Andar
Contactos: